sábado, 31 de março de 2012

INCLUSÃO SOCIAL, UM DEVER DE TODOS


Não faz muito tempo e as pessoas com necessidades especiais ou portadores de deficiência estavam excluídos de muitos meios sociais, por motivos que quase sempre se adequavam as crenças de ordem cultural, em contrapartida, não é novidade a importância que vem sendo dada para a integração de tais sujeitos no mundo contemporâneo.

Neste desafio da inclusão, algumas instituições (escolas, ONGs e outras) buscam a acessibilidade destas pessoas num mesmo meio que outras, e para isso investem em estrutura e profissionais que contribuem para a inserção e a convivência, assim como é destacado por Maria Cândida Soares Del-Masso, professora do Departamento de Educação Especial da Unesp. Além disso, a professora salienta sobre a carência de profissionais, principalmente professores, que tenham preparação na educação especial e que é fator de extrema importância para o desenvolvimento de pessoas com algumas necessidades.
A academia Saúde & Cia possui alunos matriculados que precisam de atenção especial/diferente dos professores, e nestes alunos podemos destacar muitas melhoras, dentre elas: Funcional, motora, fisiológica, psicológica e social. Um exemplo é José Antônio (foto), 50 anos de idade que não há muito tempo ao deitar-se no chão não se levantava sozinho e não caminhava na esteira ergométrica, mas atualmente, com o treinamento e acompanhamento do professor de Educação Física Rodrigo (Birigui) ele realiza tais façanhas que geram impacto no seu cotidiano. José Antônio faz exames periódicos e o último destaca a pressão diastólica em esforço normalizada e o diabetes controlado, bem como outros resultados que se apresentaram dentro da normalidade sem o uso de medicamentos.  Assim, as capacidades físicas como equilíbrio, força, flexibilidade, capacidade cardiorrespiratória e outras são fundamentais para o ganho de autonomia e para a melhora da auto-estima que refletem no âmbito da relação interpessoal.

Neste ponto, vale destacar que a relação que o sujeito com necessidades especiais tem com o mundo e com as outras pessoas são de fundamental importância no que se refere à qualidade de vida, deste modo, a convivência, a criação de rotinas, as atitudes dos outros (professores) e a compreensão dos conflitos que o sujeito enfrenta de cunho sócio-cognitivo são aspectos que devem ser levados em conta para que a pessoa sinta-se parte de um grupo (academia) e construa significados inerentes à sua personalidade.
  
Num país com tamanha diversidade, ou onde o normal é ser diferente, enfrentamos ainda algumas barreiras relacionadas a inclusão. Os obstáculos vêm sendo transpostos na Saúde & Cia. Em sua ultima reforma, a academia estabeleceu algumas mudanças relacionadas à acessibilidade, assim mencionada pela Aluna Vanessa Fredel, 35 anos, que pratica musculação e natação na academia e tem uma filha cadeirante: “Agradeço a direção da academia por fazer tais reformas, onde agora é muito mais fácil trazer minha filha para praticar natação e a pouco tempo atrás chorei ao ver minha filha tendo total autonomia para atravessar a piscina em casa, fato que ela nunca havia conseguido.”

Igor Malinosqui é formado em licenciatura pela Unesp e bacharelado pela FIB
Rodrigo Zaguetto, Birigui é formado em licenciatura plena pela Unesp

Um comentário:

  1. Parabéns meninos pelo belíssimo artigo! Realmente em nossa academia temos vários exemplos a serem sitados de superação. Nós sabemos o quanto é valioso e gratificante em fazer parte do crescimento e da evolução desses alunos. Adorei!

    ResponderExcluir